Conheça os finalistas do Prêmio CNI de Jornalismo 2016

Comissão de Seleção indicou os três melhores trabalhos em 12 categorias. O anúncio dos vencedores ocorrerá em 29 de julho, em Brasília

Depois de quase um mês de análise e mais de dez horas de debates, a Comissão de Seleção definiu no último sábado (9) os finalistas do Prêmio CNI de Jornalismo 2016. Foram selecionados três trabalhos para cada uma das 12 categorias. Agora, as reportagens serão avaliadas pela Comissão Julgadora.

A Comissão de Seleção do Prêmio CNI de Jornalismo 2016 foi formada pelos jornalistas Adriana Fernandes (O Estado de S. Paulo), Cládio Marcos (BandNews FM), Denise Lacerda (TV Globo), Eric Klein (Rede TV!), Fernando Exman (Valor Econômico), Lilian Tahan (Metrópoles), Matheus Leitão (G1), Sérgio Fadul (O Globo) e Luciano Pires (FSB Comunicações).

Os finalistas foram escolhidos com base nos critérios de adequação ao regulamento, ineditismo, relevância, criatividade, qualidade editorial (argumento, abordagem, desenvolvimento e texto), edição (equilíbrio entre texto e ilustrações), para matérias de TV, além de qualidade de áudio e vídeo e locução para TV e rádio.

São finalistas:

IMPRESSO JORNAL
– Documento Suape 2015 – Jornal do Commercio (PE)
– 5 milhões de feridos – O Globo
– O aviso foi dado: pedalar faz mal – Valor Econômico

IMPRESSO REVISTA
– Quanto vale o Brasil – Revista Exame
– O longo caminho de volta – Revista Exame
– Capitalista também é cidadão – Revista Exame

TELEJORNALISMO
– Série ‘Água – Planeta em Crise’ – TV Globo (Jornal da Globo)
– Tragédia em Mariana – TV Globo (Fantástico)
– Série ‘Indústria’ – TV Globo (Jornal Hoje)

RADIOJORNALISMO

– Série ‘Operação combate adulterações na produção de leite e queijo no RS’ – Rádio Gaúcha
– BandNews Desde Criancinha – Especial Economia – Rádio BandNews FM
– Série ‘Desafios do novo presidente da República’ – Rádio BandNews FM

INTERNET
– Boyhood Bolsa Família – Folha de S.Paulo (Online)
– Feira dos Importados – A máfia do comércio de rua – Metrópoles
– Revolução dos bichos – UOL

DESTAQUE REGIONAL NORTE

– Escola de japonês e o futuro do polo industrial – TV A Crítica (AM)
– Açaí e tecnologia – Revista Amazônia Viva (PA)
– Matriz Energética – Band (RR)

DESTAQUE REGIONAL NORDESTE
– Série ‘Dossiê Seca – A conta da gota’ – Diário do Nordeste (CE)
– Série ‘(Des)caminhos da escola’ – Diário do Nordeste (CE)
– Documento Suape 2015 – Jornal do Commercio (PE)

DESTAQUE REGIONAL CENTRO-OESTE
– Feira dos Importados – A máfia do comércio de rua – Metrópoles (DF)
– Série ‘O Brasil que viaja de ônibus’ – BandNews FM (DF)
– O despertar do Centro-Oeste para a revolução industrial – Metrópoles (DF)

DESTAQUE REGIONAL SUDESTE
– Por hora, 282 pessoas ficam desempregadas no País – O Estado de S.Paulo (SP)
– Série ‘Morar no Século XXI’ – O Globo (RJ)
– Série ‘Cidades dependentes’ – Estado de Minas (MG)

DESTAQUE REGIONAL SUL
– Série ‘Industriais da roça’ – Rádio Peperi AM (SC)
– Série ‘Gente na indústria’ – RIC TV Record (PR)
– Série ‘Ilusões perdidas’ – Pioneiro (RS)

ESPECIAL EDUCAÇÃO

– Série ‘(Des)caminhos da escola’ – Diário do Nordeste (CE)
– Fraude nos pregões – TV Globo (Fantástico)
– Pequenos Cidadãos – Revista Muito, Jornal A Tarde (BA)

ESPECIAL INOVAÇÃO
– Games abrem nova fronteira para avanço de tratamentos médicos – O Estado de S.Paulo
– Empreendedores contam com ‘máfia de Stanford’ para crescer no Brasil – O Estado de S.Paulo
– Geração Startup – Revista Exame

Os vencedores da edição 2016 do Prêmio CNI de Jornalismo serão escolhidos no dia 29 de julho por uma comissão formada por quatro jornalistas, dois empresários da indústria e por um acadêmico. São eles: João Borges (GloboNews), Ricardo Noblat (O Globo), Cristiano Romero (Valor Econômico), Marcos Coronato (Revista Época), Roberto Pires (empresário e presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins), Reginaldo Arcuri (presidente executivo do grupo Farmabrasil) e Jorge Duarte (UniCeub).

O Prêmio CNI de Jornalismo 2016 distribuirá neste ano R$ 310 mil em valores brutos. Serão premiadas com R$ 25 mil as melhores reportagens de TV, rádio, revista, jornal e internet (sites e blogs). Os ganhadores nas categorias regionais (Sul, Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste) receberão R$ 15 mil cada um. Há também dois prêmios especiais, em que os vencedores receberão R$ 30 mil: Educação e Inovação. Por último, o Grande Prêmio José Alencar de Jornalismo e mais R$ 50 mil, que serão entregues ao melhor entre todos os trabalhos inscritos.

Para outras informações, acesse o site do Prêmio.

premio_jornalismo2016_240x2401201166

Anúncios

Publicado 17 de julho de 2016 por cnrbrasil em Sem categoria

%d blogueiros gostam disto: