Novo presidente da ADI Brasil vê diários do interior com potencial para crescer

Eleito para a presidência da Associação de Diários do Interior do Brasil (ADI-BR) no biênio 2016/2017, o diretor da Tribuna de Cianorte (do noroeste do Paraná), Jedaias Pereira Belga, defende o fortalecimento e a ampliação das associações regionais como forma de facilitar a logística e, ainda, reduzir os custos de operação das editoras de jornais nas cidades interioranas do Brasil. Para ele, a lógica da cooperação e o uso correto das novas tecnologias podem dar aos veículos do Interior maior potencial para crescer a partir do cada vez maior interesse dos leitores pelas notícias locais e regionais.

“No Interior, é impossível pensar uma plataforma digital sem o respaldo e a credibilidade adquirida por meio de um trabalho sólido e coerente do veículo imprenso. Mas, também não podemos pensar um veículo impresso, sem uma plataforma digital. Os dois métodos precisam estar em sintonia, até porque, um depende do outro”, diz Jedaias Belga ao comentar os investimentos feitos pelos veículos em múltiplas plataformas.

Além disso, ao mesmo tempo em que ressalta a importância de cada diário em sua região de origem, ele lembra que, juntos, esses veículos somam audiências tão grande quanto aos dos jornais das capitais. Segundo ele, no Paraná, a soma da tiragem dos impressos regionais é a maior do Estado. “No entanto, minha maior defesa para a criação de novas ADIs está embasada na unificação do setor dentro de um trabalho cooperativo, como a compra de papel e demais insumos para a impressão do jornal. Medida que reduz despesas e fortifica parcerias em termos editorais, tornando mais impactante os fatos de interesse estadual e até mesmo regional”.

No comando da ADI-BR, Jedaias Belga substitui o catarinense Ámer Felix Ribeiro, diretor do Jornal da Manhã, de Criciúma, que passa a responder pela presidência do Conselho Fiscal. Ao lado de Belga, assume uma nova diretoria, com os seguintes vice-presidentes: Margareth Cedraz Freire (Folha do Estado da Bahia), Eládio Dios Vieira da Cunha, de Diários (Jornal do Povo/RS), Elias Carvalho Soares, de Novas Mídias (Aqui Notícias/ES), Adriano da Fonseca Kalil Escada, Gestão Executiva e Financeira (Central de Comunicação/SC) e Nery José Thomé, de Expansão (Tribuna do Interior/PR). Alberto Moreira Rosa Neto (Central de Comunicação/DF) foi nomeado diretor Executivo e Ricardo Mitugi Takiguti (Merconet/PR) para a Diretoria Regional. Atualmente, a ADI Brasil reúne 130 diários associados e parceiros de ADIs de onze estados.

Leia abaixo entrevista com o novo presidente da entidade:

O Brasil vive um duro período, com crises política e econômica. Como os jornais do interior vêm enfrentando esta situação?

Os jornais do interior seguem o mesmo mecanismo que a imprensa das capitais. As principais medidas adotadas estão na política de contenção de despesas. Desde cortes orçamentários, incluindo o quadro de colaboradores, até a redução no formato dos jornais, de standard para tabloide, por exemplo. A transferência de um formato para o outro pode gerar uma economia significativa nos gastos com impressão. E isto já tem acontecido no Paraná.


Os jornais do interior têm conseguido acompanhar, a exemplo do que ocorre com os principais jornais das capitais, a tendência de mais audiência em todas as plataformas, incluindo a impressa?

Sem dúvida. Todos os jornais, digo em nome dos veículos ligados à associação, estão há algum tempo investindo fortemente nas mais diversas mídias, principalmente nas plataformas digitais. Hoje, os recursos de acesso à informação são inúmeros, e nós, que atuamos no mercado da comunicação, precisamos estar tão conectados, ou mais, quanto o nosso público, afinal, a interatividade é a principal tendência do mercado. Em relação ao jornal imprenso, no interior, é impossível pensar uma plataforma digital sem o respaldo e a credibilidade adquirida por meio de um trabalho sólido e coerente do veículo imprenso. Mas, também não podemos pensar um veículo impresso, sem uma plataforma digital. Os dois métodos precisam estar em sintonia, até porque, um depende do outro.  


O senhor acha que os jornais locais fortaleceram, nos últimos anos, suas posições, mesmo com o acesso à informação de todo mundo via internet?

Se pensarmos em um jornal local, temos de pensar em um conteúdo local. O jornalismo regional é o que está por dentro da rotina do interior. É o veículo que fala com as comunidades, vive presente nos fatos que afetam o cotidiano das populações regionais. Independente do acesso imediato de informações mundiais, os jornais do interior têm a essência local e regional e são os únicos responsáveis por traduzir os acontecimentos mais próximos dessas populações.


Quais são as perspectivas para os jornais do interior nos próximos anos?

O cenário é preocupante em todas as esferas da sociedade brasileira. Temos uma inflação de dois dígitos e uma crise política que afeta diretamente a economia nacional. Os reflexos de toda esta turbulência são nitidamente sentidos no interior, e por isso, o momento é de cautela. Não devemos pensar em aumento de tiragem. Precisamos investir em metodologias de qualidade, com notícias eficazes. E para isto temos as plataformas digitais.


O senhor tem falado sobre o fortalecimento e a criação de novas ADIs regionais. Qual é a importância destas associações e como elas podem contribuir para o avanço dos jornais do interior?

No Paraná, por exemplo, a soma dos jornais regionais tem a maior tiragem do estado. Fator que torna os jornais do interior na maior cobertura jornalística à população paranaense. Com a saída de grandes jornais das pequenas e médias cidades, os jornais locais se fortaleceram, pois, ganharam espaço e vez. No entanto, minha maior defesa para a criação de novas ADIs está embasada na unificação do setor dentro de um trabalho cooperativo, como a compra de papel e demais insumos para a impressão do jornal. Medida que reduz despesas e fortifica parcerias em termos editorais, tornando mais impactante os fatos de interesse estadual e até mesmo regional.

 

capa_adi_ctba_01

Anúncios

Publicado 29 de fevereiro de 2016 por cnrbrasil em Sem categoria

ADI-Brasil escolhe nova diretoria em Assembleia

Jedaias Pereira Belga, do Paraná, é o quinto presidente da Associação dos Diários do Interior do Brasilnot_2015121191740368_g

A Associação de Diários do Interior do Brasil (ADI-BR) tem novo presidente. É Jedaias Pereira Belga, do Paraná (Tribuna de Cianorte), que substitui o catarinense Ámer Felix Ribeiro no comando da entidade. O mandato é de dois anos, renováveis por igual período. A escolha e a posse ocorreram na manhã de terça-feira (8), em Assembleia Extraordinária realizada na sede da ADI-SC, em Florianópolis, com a presença de representantes das ADIs do Espírito Santo, da Bahia, do Rio Grande do Sul, além do Paraná e Santa Catarina.

As vice-presidências ficaram com Margareth Cedraz Freire (Folha do Estado da Bahia), Eládio Dios Vieira da Cunha, de Diários (Jornal do Povo/RS), Elias Carvalho Soares, de Novas Mídias (Aqui Notícias/ES), Adriano da Fonseca Kalil Escada, Gestão Executiva e Financeira (Central de Comunicação/SC), e Nery José Thomé, de Expansão (Tribuna do Interior/PR).  Alberto Moreira Rosa Neto (Central de Comunicação/DF) foi nomeado diretor Executivo e Ricardo Mitugi Takiguti (Merconet/PR) como diretor Regional. A presidência do Conselho Fiscal será exercida por Ámer Felix Ribeiro.

O novo presidente da ADI-BR vai coordenar a integração institucional e editorial de 130 diários associados e parceiros de ADIs de 11 estados. Para ele, é importante promover uma ainda maior aproximação tanto com a iniciativa privada quanto com o poder público, a exemplo do que realizou quando no comando por duas gestões da ADI-PR. “Essa é a grande visão da ADI. Mostrar que a associação é forte nos estados e nacionalmente.” Ele pretende pelo menos duplicar o número de associados, ampliando também os estados envolvidos e auxiliando na organização de novas ADIs. “Hoje não existe mais o grande jornal de abrangência nacional. Existem os jornais fortes, locais e regionais. Precisamos mostrar que a mídia impressa vai sobreviver nesse segmento. É a força do interior que faz a associação crescer. E o ideal da associação é fazer uma imprensa forte.”

Publicado 29 de fevereiro de 2016 por cnrbrasil em Sem categoria

9º Workshop de Integração dos Diários do Interior já tem data e atrações marcadas

Já está sendo finalizada a programação do 9º Workshop de Integração dos Diários do Interior. O evento acontecerá nos dias 13 e 14 de junho, no Hotel Majestic, em Florianópolis e contará com o tema: “Eleições: Reflexos no Desenvolvimento de Santa Catarina”. A realização é da Central de Notícias Regionais (CNR-SC), por iniciativa da Associação dos Diários do Interior (ADI-SC), promoção da Central de Diários do Interior (CDI) e coordenação da Central de Comunicação.

SITE

Na sexta-feira (13), à noite, um jantar com o governador Raimundo Colombo abrirá o evento. E, no sábado (14), jornalistas e proprietários dos diários do interior catarinenses participarão de diversas palestras sobre o tema do workshop. Serão feitas explanações de lideranças empresariais, mostrando como as eleições impactam no desenvolvimento do comércio e da indústria.

Também acontecerão palestras técnicas sobre jornalismo e cobertura política em período eleitoral. O momento será importante, pois auxiliará no processo de integração dos diários do interior, que estão se preparando para uma grande cobertura das Eleições 2014. As decisões que impactarão a população catarinense nos próximos quatro anos passarão pelas páginas dos diários do interior.

Atrações confirmadas

Uma das presenças confirmadas é do cientista e comentarista político do jornal O Estado de São Paulo, Humberto Dantas. Doutor em Ciência Política pela USP, é autor e organizador de livros que tratam aspectos centrais da democracia e do sistema partidário e eleitoral brasileiros.  Também é comentarista da Rádio Estadão.

O jornalista Helio Doyle, vencedor do Prêmio Esso, é outra atração do evento. Com experiência cobrindo os bastidores da política no jornal Correio Braziliense e nas revistas IstoÉ, Veja e na americana Time, também foi editor da sucursal da TV Globo em Brasília. Ele falará aos participantes do 9º Workshop sobre cobertura eleitoral.

 

Publicado 28 de maio de 2014 por cnrbrasil em Sem categoria

Profissionalização e relevância para fortalecer a mídia impressa diária do interior

O II Congresso dos Diários do Interior do Brasil continuou nesta quarta-feira com a programação de trabalho. Após os cumprimentos aos congressistas do presidente da Associação dos Diários do Interior do Brasil (ADI-BR), Ámer Felix Ribeiro, que afirmou que “juntos, os diários do interior do país são maiores e são mais fortes”, foi composta a mesa para debate do tema “Ajustando a sintonia entre instituições e cidadão”, com exposição de casos dos secretários de Estado de Comunicação de Santa Catarina e do Paraná, respectivamente, os jornalistas Nelson Santiago e Marcelo Cattani. Moderado pelo diretor para o Brasil da Innovation Media Consulting Group, de Londres, Eduardo Tessler, o debate contou com a participação também de Ribeiro, do presidente da ADI-PR, Jedaias Belga, e do presidente da Associação dos Jornais do Interior de São Paulo (Adjori-SP), Carlos Balladas.

Tessler provocou o debate afirmando que está ocorrendo um processo de “desintermediação”, ou seja, que os jornais não relevantes estão perdendo a condição de intermediários. “Os veículos do interior continuam sendo relevantes porque conseguem chegar a todos os rincões de sua aldeia. É a partir daí que se percebe a necessidade de apoio à mídia regional, que diminui a distância entre a instituição e o cidadão.”

Nelson Santiago iniciou sua participação afirmando que hoje já não se discute mais a relevância da mídia regional. “É um passo que já foi superado. O que se discute é como utilizar da melhor forma possível de usar a força desse segmento da comunicação em massa.” Ele explicou que no setor público existe uma característica específica, que é a ausência de nicho. “Nossa comunicação tem que ser universal. E isso nos faz recorrer ainda mais à mídia regional”, disse lembrando que essa é uma política que vem se consolidando e se aprimorando a 12 anos.

Cattani lembrou que, no Paraná, a administração anterior promoveu um desmonte da Secretaria de Comunicação. “Iniciamos nosso trabalho sobre terra arrasada e o contato com a mídia regional, que envolve a mídia impressa e também emissoras de rádio e TV, deu uma grande alavancada no nosso projeto de comunicação. O que foi fundamental, já que, hoje, 70% da população estão no interior e somente 30%, na Grande Curitiba.”

O presidente da Adjori-Sp, Balladas, destacou que a mídia impressa foi o primeiro veículo de comunicação de mão dupla. A interação experimentada hoje com as redes sociais sempre ocorreu nos jornais por meio da seção de “cartas do leitor”. Ele citou o exemplo de uma cidade de São Paulo cujo prefeito faz o mesmo que os governos de Santa Catarina e Paraná, ou seja, distribui verbas publicitárias a jornais de bairro. E a Adjori-SP está atuando na qualificação desses veículos.”  

Jedaias, por sua vez, contou que a ADI-PR teve um importante incremento nos últimos quatro anos, passando de oito para 23 diários. “Temos a maior tiragem diária do Paraná, 180 mil exemplares por dia, superando duas ou três vezes mais os jornais da capital. Hoje somos vistos e respeitados pelo governo estadual. A mídia do interior agora tem vez e voz.”

Mais informações em www.congressodediarios.com.

Se você desejar ver as FOTOS do Congresso, acesse:

*Fotos de Wilson Eneas/Cazanova CLIQUE AQUI

*Fotos de Francisco D’Araújo CLIQUE AQUI

Se você deseja assistir as participações de Lula, Aécio Neves e Eduardo Campos no Congresso, acesse os links:

*Lula – CLIQUE AQUI

*Aécio Neves –  CLIQUE AQUI

*Eduardo Campos – CLIQUE AQUI

Publicado 28 de maio de 2014 por cnrbrasil em Sem categoria

Preparativos para o II Congresso dos Diários do Interior do Brasil entram na reta final

Folder grO II Congresso dos Diários do Interior do Brasil já é considerado o maior evento de mobilização da mídia impressa do interior país. E a organização do Congresso está empenhada em fazer dessa edição um marco para o segmento.

Além da confirmação da participação do ministro da Secretaria de Comunicação do governo federal, Thomas Traumann, como palestrante, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também já confirmou que fará a palestra de abertura, na noite de 13 de maio. Afinal, foi durante o período de Lula na presidência da República que o governo federal iniciou o processo de democratização das verbas publicitárias.

Antes praticamente concentrados nos grandes veículos de comunicação de massa do país, geralmente do litoral e das capitais, os recursos passaram a ser distribuídos também na chamada mídia regional, cujas sedes estão nas cidades de médio e pequeno porte do interior brasileiro. Essa medida colaborou para o fortalecimento dos diários impressos, emissoras de rádio e TV de abrangência regional, em sua maioria líderes de vendas e audiência. No caso específico dos diários do interior, houve também maior investimento na qualidade editorial e gráfica.

Atualmente, cerca de 380 diários circulam no interior do Brasil, somando 4 milhões de exemplares por dia. As regiões abrangidas têm população próxima dos 40 milhões de brasileiros, com potencial de 20 milhões de leitores dos jornais diários. Segmento cada vez mais forte que estará representado por proprietários, diretores e editores durante o Congresso. A expectativa da organização é reunir cerca de 200 participantes.

O reconhecimento do governo federal da importância dos diários do interior deu-se, em grande parte, pela ação da Frente Parlamentar em Apoio e Fortalecimento da Mídia Regional. Por isso mesmo, também na noite de abertura do Congresso acontecerá a posse do deputado federal Carlos Zarattini (SP) como novo coordenador da Frente.

Programação

O tema central do II Congresso dos Diários do Interior do Brasil, “A força da mídia regional em um mundo globalizado e digital”, exigiu empenho dos organizadores para reunir palestrantes efetivamente conhecedores do assunto ou de cases referentes.Iniciativa da Associação dos Diários do Interior do Brasil (ADI-BR) e da Central de Diários do Interior (CDI), a realização do Congresso conquistou importantes patrocinadores, como a Petrobras, a Caixa Econômica Federal, Sebrae e a empresa de telecomunicações Oi.
Informações adicionais podem ser obtidas pelos telefones (61) 3223-4207 ou 3224-9347, e pelos e-mails coordenacao@congressodediarios.com ou congresso@congressodediarios.com.

Assessoria de Imprensa: Andréa Leonora (JP 00407 SC) e Nícola Martins (JP 4177 SC) imprensa@congressodediarios.com – (48) 3216-0647

Publicado 3 de abril de 2014 por cnrbrasil em Sem categoria

Nossos Números e Abrangência

Publicado 31 de julho de 2012 por cnrbrasil em Sem categoria

PELA EXPANSÃO – FUNDAÇÃO DA NOVA ADI ESPÍRITO SANTO   Leave a comment

Presidente da Associação dos Diários do Interior, ADI-Brasil, Ámer Félix Ribei­ro, que também preside a ADI-SC, está cumprindo a meta de expandir a atua­ção da entidade e agregar mais estados. Ele esteve no Espírito Santo, participan­do da fundação da ADI-ES, que já nasce com sete jornais diários associados.

Na ocasião, Ribeiro destacou o aumento da capilaridade da mídia regional, que a cada dia cresce em importância e reconhecimento.

 

Na foto abaixo, José Vicente Mendes (Correio do Estado) e Júlio Fernandes (Jornal Parada Viva), Ámer Félix Ribei­ro, Elias Carvalho (Jornal Aqui), Margareth Cedraz (presidente do Conselho da ADI- BR), Márcio José de Castro (Tribuna de Cricaré), José Saluto (A Notícia de Caparaó) e Alberto Moreira Rosa (diretor executivo ADI-BR).

 

Publicado 31 de julho de 2012 por cnrbrasil em Sem categoria